13/10/16

Prémio Nobel da Literatura 2016

Surpreendentemente, o Prémio Nobel da Literatura 2016, 
foi atribuído a Bob Dylan

9 comentários:

bea disse...

O mundo gira ao contrário e não é só para os loucos de Lisboa. E eu que o julgava um bom músico e letrista com voz um bocado única, fico um bocado à nora com isto. Deve ser da globalização. Tudo se mistura.

MJ FALCÃO disse...

Grande surpresa, sem dúvida! Há 20 anos que tinha sido proposto para o Nobel, mas quem acreditava nisso? Um Nobel 'fresco' e jovem, pelo menos!

Cláudia Ribeiro disse...

Bea,
Bob Dylan marcou gerações!
As suas canções têm essência.
Um nome incontornável da música.
Tudo muda!


Maria João,
Foi mesmo uma grande surpresa!
Inicialmente até pensei que tinha percebido mal...
Um beijinho.:))

bea disse...

Bem sei que tudo muda. Mas gosto de pensar na substância das coisas como algo que permanece. Aprendi que, dentro da mudança, alguma coisa tem de permanecer. Não que retire essência ao cantautor. Mas gostaria de continuar a distingui-lo de um nobel da literatura; apesar de literatura querer dizer letras, como ouvi ontem na TV.

Cláudia Ribeiro disse...

Bea, não posso deixar de concordar consigo!
Senti o mesmo.
Apesar de reconhecer o mérito de Bob Dylan; para todos os efeitos, ele é músico e é cantor.
Se lhe perguntarem qual a sua profissão, assim responderá. Penso que nunca dirá que é escritor ou poeta...
Sou apologista que o Prémio Nobel da Literatura seja atribuído a um escritor.
Bom fim-de-semana.:)

Isabel disse...

Concordo completamente com esta sua última resposta, à Bea. Acho até um bocado ridículo darem o Prémio Nobel a um músico. Para os músicos existem os prémios da música. Há muita gente que nas suas áreas escreve muitíssimo bem e não são escritores, portanto nunca seriam candidatos ao Nobel da Literatura.
Estes escolhidos (com todo o valor que têm e eu gosto muito da música do Bob Dylan)desacreditam um prémio conceituado.

Beijinhos e bom fim-de-semana:)

Cláudia Ribeiro disse...

É isso mesmo, Isabel.
Como escrevi anteriormente, ninguém lhe tira o mérito, mas...
Um beijinho e bom fim-de-semana.:))

Anónimo disse...

É isso mesmo... Ninguém lhe pode nem deve retirar mérito, mas não posso concordar, mesmo que advoguem que os tempo têm que mudar... Mudar para onde?
E como eu sou livre, ainda posso discordar
Abraços...
Maria José Areal

Cláudia Ribeiro disse...


Discordemos então, Maria José!
Um abraço.:))