16/08/16


Charrua - S/l, Edição do autor, 1990. Coordenação geral: António Bacalhau. Textos de: Jorge Guimarães, Vergílio Ferreira, Paulo Tunhas e Manuel Canijo. Direcção gráfica: José António Rosado Flores. Fotografias de: Álvaro Rosendo e Eduardo Grilo. In-4.º; de 223 págs. Profusamente ilustrado.
Encadernação em tela com sobrecapa € 30,00

Exemplar estimado.

António Dias Charrua, nasceu em Lisboa, a 6 de Maio de 1925.
"Frequentou Arquitectura na Escola de Belas-Artes de Lisboa, não tendo terminado o curso. Começa por expôr no Porto, em 1953, e nesse mesmo ano participa na VII Exposição Geral de Artes Plásticas, na SNBA, em Lisboa. Esteve ligado aos "artistas resistentes" e foi sócio da Cooperativa dos Gravadores Portugueses, GRAVURA. Foi um dos 50 Independentes, em 1959, na SNBA. Em 1960 foi galardoado pela Fundação Calouste Gulbenkian, onde está representado. Dedicou-se à pintura, à escultura, gravura e cerâmica". (daqui)
 

Sem comentários: