21/09/15

Morreu Vitor Silva Tavares

Foi escritor e poeta, mas sobretudo editor. 
Era um dos últimos rebeldes, pai dos maiores poetas portugueses dos últimas décadas. 
Vitor Silva Tavares morreu hoje vítima de uma infecção generalizada.
(daqui) 
 
Nascido em 1937, Vitor Silva Tavares era um “lisboeta da Madragoa”, como fazia questão de lembrar. E continuava a ser: vivia na Rua das Madres e todos os dias ia a pé para a &etc, uma cave na Rua da Emenda, ao Chiado.
Começou como jornalista em Angola, onde viveu entre 1959 e 1962, no jornal  
O Intransigente. Já em Lisboa, fez crítica de cinema na Flama e no Jornal de Letras e  dirigiu o suplemento literário do Diário de Lisboa(ler mais)

2 comentários:

ana disse...

Comprei alguns livros desta colecção há alguns anos.
Uma perda lamentável. Li no Prosimetron.
Beijinho.

Cláudia Ribeiro disse...

Ana, não conheci Vitor Silva Tavares pessoalmente, mas conheço o seu trabalho e o seu carácter, isto basta-me!
Homens assim fazem falta!
Um beijinho.:)