10/08/18

Andrade, Eugénio de – Uma Casa para a Poesia – Amarante, Edições do Tâmega, 1990. In-8.º, de 64-V págs. Enriquecido com diversas fotografias a cores, no texto e em extra-texto, da autoria de Dario Gonçalves. 
Brochado € 20,00

Interessante livro escrito por Eugénio de Andrade, em que este descreve como conheceu Teixeira de Pascoaes, na Casa de Pascoaes.

Exemplar estimado.

"O Pascoaes que eu conheci, já velho, é certo, era magnífico e luminoso: espontâneo e simples como as crianças, mas também terrível e acusador como um profeta do Velho Testamento. A mentira era para ele o maior dos pecados.  
(...) Do seu quarto passámos à Biblioteca. Havia livros amontoados em toda a parte, por já não caberem nas estantes, e quadros pelas paredes...".

2 comentários:

  1. A prosa dos poetas é luz que difere sobre as coisas, um olhar muito agradável de ler.

    ResponderEliminar
  2. Bea,
    Já li o livro em questão há uns anos, e encantou-me!
    Gosto desta proximidade com os escritores, conhecer o seu mundo e a sua maneira de ser e estar. Entre outras coisas, ajuda-nos a melhor compreender a sua obra!

    ResponderEliminar